Um dos primeiros casos de Computação Forense

Hoje em dia é comum iniciarmos uma busca na rede e acabarmos encontrando algo totalmente diferente do que esperávamos, não é mesmo? Às vezes, apesar de inesperado, o resultado se mostra útil e interessante.

Aos leitores que se deparam com esta situação com muita frequência, recomendo aplicar algumas técnicas interessantes, afinal, não deve ser – tão – comum assim (alguém já leu o livro do Johnny?). De qualquer forma, escrevo abaixo sobre um desses casos. Não era o que eu procurava, mas valeu a pena.

O crime

Harry e Sally Weiner, marido e mulher moradores de Erie (Pennsylvania), eram assíduos frequentadores da igreja presbiteriana. Harry era empregado de um banco na cidade. Tudo começa quando Sally é sequestrada e liga a mando do sequestrador para negociar o resgate. Ela conta em detalhes como ocorreu o sequestro e que ele deveria obedecer algumas ordens imediatamente; e caso ele não o fizesse, ela teria suas mãos decepadas.

O que isto tem a ver com Computação Forense? Talvez uma bela maneira de motivar alunos aos estudo desta ciência. Não conhecia o blog LeGauss, muito menos a estória, aparentemente, verídica (encontrei isto nas buscas). Transcrevo abaixo o parágrafo introdutório do post:

As técnicas forenses  para reunir informações precisas sobre algum fato são muito interessantes e espertas. Muitas vezes, achamos que podemos fazer algo e sair impunes. E é aí que chegam os peritos forense e estragam a brincadeira. Infelizmente, aqui no Brasil essa seção está subdesenvolvida. A seguir, um caso muito interessante que revolucionou a interação entre a informática e a ciência forense. Trata-se de um assassinato ocorrido no fim dos anos 80  que foi resolvido de forma muito peculiar. Este texto foi inspirado na série Medical Detectives.

Clique aqui para ler o restante, boa leitura!

One thought on “Um dos primeiros casos de Computação Forense

  1. Olá, em relação ao título, o caso ‘United States v. Lloyd’ é bem interessante tbm, inclusive há um episódio do Medical Detectives a respeito. Foi um dos primeiros casos cuja condenação resultou de leis próprias de proteção a segurança eletrônica.
    Lloyd era o empregado que sabotou os computadores da empresa Omega.

    []’s

    M.

Comments are closed.